Senai Cimatec Park entra em operação em Camaçari, com previsão de expansão em 2020

Foto: Manu Dias/ GOVBA

Instalado em uma área de 4 milhões de metros quadrados, com investimento de R$ 87 milhões, o complexo Senai Cimatec Park inicia suas atividades em Camaçari. Localizado na Via Atlântica (BA-530), mais conhecida como Estrada da Cetrel, o equipamento possui infraestrutura diferenciada para atender necessidades nas áreas de automação, conformação e união de materiais, química, mineração, fármacos, biotecnologia e construção civil.

A primeira fase, entregue nesta segunda-feira (11), compreende uma área de 62 mil metros quadrados, com praticamente todos os 10 galpões de inovação ocupados, que vão abrigar laboratórios de testes de produtos em escala natural, produção e protótipos, montagem de plantas-piloto industriais, infraestrutura para pesquisas e ensaios em atividades de alto risco e um prédio administrativo. Tudo voltado para as demandas industriais que requerem condições de controle e operação especiais, aliando pesquisa, desenvolvimento e testes de produtos e modelos inovadores.

O moderno complexo de inovação industrial, que é uma expansão dos limites da atuação do Senai Cimatec, em Salvador (em Piatã, Avenida Orlando Gomes), abre as portas com planos de ampliação, com perspectiva de atender até 2020 cerca de mil técnicos e engenheiros no complexo.

Segundo Leone Andrade, diretor de Tecnologia do Senai Cimatec , o valor total da obra foi investido com o empréstimo do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômica Social (BNDES), e suporte do Senai Nacional e do Senai da Bahia. “Esta primeira etapa representa 1,5%  do que se pretende ser construído no terreno. É um projeto de 30 anos, com cenários diferentes para as próximas décadas, a depender dos rumos da economia a de própria indústria”, afirmou Andrade.

Para o prefeito de Camaçari, Elinaldo Araújo, com a implantação do Cimatec, a cidade crescerá de forma surpreendente, fortalecendo  e gerando emprego e renda para os munícipes. “A implantação do Senai Cimatec Park vai dar sustentabilidade à Ford e ao Polo Industrial, e atrair empresas que atuam no ramo da tecnologia e informática. Acredito que o parque vai ser de grande contribuição para fortalecer Camaçari e será um marco para a Bahia e para o Brasil, inclusive para o reconhecimento internacional do País em desenvolvimento tecnológico. A existência de centros como esse é o que garante o desenvolvimento industrial e, principalmente, a boa formação dos nossos jovens”, concluiu o gestor municipal.

O presidente da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), Ricardo Alban, diz que o parque tecnológico “é o elemento que faltava para que a Bahia e o Brasil pudessem se preparar para desenvolver novas alternativas, seja no campo das energias renováveis e de outras tantas inovações que fazem parte da dinâmica do setor industrial”.

Com foco na sustentabilidade, o plano diretor do projeto foi elaborado com base em princípios ‘verdes’ de construção. Os galpões industriais aproveitam luz e ventilação natural e a área conta com o sistema de captação de chuvas, que são armazenadas em tanques para utilização no próprio centro tecnológico. O terreno também conta com um processo parcial de reflorestamento, com o objetivo de se criar um parque ecológico dentro do complexo.

Para o governador Rui Costa (PT), o Senai Cimatec Park representa “a entrada da Bahia e do Brasil na disputa do novo emprego no mundo. Hoje a diferença se dá entre quem investe em pesquisa e tecnologia e quem não investe. Essa inauguração significa um passo adiante para que juntos possamos trabalhar para o desenvolvimento do conhecimento e para a criação de novas empresas a partir da tecnologia, gerando empregos, renda e crescimento econômico. É esse salto que o Brasil precisa dar, e hoje a Bahia deu um passo importante rumo ao desenvolvimento”.

“O Cimatec Park é orgulho para a Bahia. Todo sistema Fieb está de parabéns. É algo de primeiro mundo. O equipamento vai colaborar e desenvolver as empresas do estado, desenvolver tecnologia para a indústria, com uma grande área de pesquisa aplicada. E a SDE dará todo apoio para que este importante empreendimento consolide o setor da indústria e favoreça a atração de novos negócios”, destacou o vice-governador João Leão, secretário de Desenvolvimento Econômico.