Como evitar cáries em crianças? Especialista esclarece dúvidas sobre alimentação e escovação 

A clínica geral Beatriz Barreto atende crianças  na Viver Clínica Odontomédica, em Camaçari. Foto: Arquivo pessoal

Quando se pensa em cuidar do bem-estar das crianças, os pais também devem estar atentos à saúde bucal. Aos pequenos é recomendado ir ao dentista desde recém-nascido e para acompanhar as necessidades dos bebês e crianças, é preciso procurar o profissional adequado.

A primeira proteção da boca de uma criança é o leite materno, que contém todas as substâncias necessárias ao desenvolvimento do bebê e favorece o crescimento, protege contra a maioria das infecções e toda a cavidade oral. Além disso, amamentar estimula o correto crescimento e desenvolvimento orofacial, contribuindo para a evolução natural da sucção, deglutição, respiração, mastigação e fala.

Porém, após o período de aleitamento materno exclusivo, até os 6 meses de idade, as crianças passam a consumir vários tipos de alimentos e é necessário estar ainda mais atento ao cuidado com os dentes, gengiva, língua e mucosas. Isso, mesmo antes dos primeiros dentes nascerem.

Segundo o Ministério da Saúde, a cárie é o principal problema de saúde bucal dos brasileiros. Na idade de 12 anos, utilizada mundialmente para avaliar a situação em crianças, a doença atingia 56% da população em 2010. O número médio de dentes atacados por cárie era de 2,1%.

A clínica geral, que atende crianças na Viver Odontomédica, em Camaçari, Drª Beatriz Barreto, em entrevista à nossa reportagem esclarece as dúvidas sobre escovação, higienização bucal e alimentação infantil para evitar as cáries.

Nossa Metrópole – A partir de quantos anos podem aparecer as cáries nas crianças?

Drª Beatriz Barreto – Não tem uma idade estipulada , pode aparecer em qualquer idade.

NM – Além do consumo de açúcar, que tipos de alimentos podem propiciar o surgimento de cáries?

Drª BB – Todo alimento composto por carboidratos fermentáveis. Tudo que se come, a exemplo do pão,  macarrão, ao ser ingerido se transforma em açúcar. Por isso chamam-se de carboidratos fermentáveis. O consumo disso sem a higiene adequada acumula na cavidade bucal, as bactérias presentes na boca aderem a esse acúmulo, eliminando ácidos e formando, assim, a cárie.

NM – Existe alguma dieta ou alimentos que evitem o surgimento de cáries infantis?

Drª BB – A dieta e a retirada de alimentos cariogênicos, como balas, salgadinhos; não há alimentos que previnam e sim deixar de consumir carboidratos desmontáveis e ter uma boa higiene oral.

NM – Ao que os pais devem estar atentos desde os primeiros meses de vida para evitar o surgimento delas ou de outras bactérias?

Drª BB – À higienização. Pois, tem que higienizar a boca mesmo que não tenha dentes. Isso pode ser feito com a utilização de uma gaze molhada enrolada no dedo.

NM – Quando deve iniciar a higiene bucal, a escovação nas crianças e como deve ser feita?

Drª BB – Assim que o bebê nasce, pois existe o acúmulo de leite na boca da criança e se não limpar, com gaze molhada com água, pode ocasionar outras doenças, como o sapinho. Após a erupção dentária, o ideal é a escova pequena de cerdas macias, cabeça arredondada e pequena. Caso a criança já tenha a ingestão de açúcar, é necessário usar pasta com flúor; caso não tenha, usar sem flúor.

NM – Quando maiores, como é o processo? Qual o tamanho da escova e o tipo de pasta dental recomendados?

Drª BB – A escovação deve ser supervisionada até os 7 anos. O recomendado é utilizar escova de cerdas macias, cabeça arredondada e pequena. Já a pasta, se a criança tem consumo de açúcar com flúor, se não tem sem flúor.

NM – E o uso do fio dental, deve ser feito a partir de qual idade e quantas vezes por dia?

Drª BB – O fio dental deve ser utilizado desde os primeiros dentinhos, de forma lúdica para que as crianças criem o hábito desde pequenos. O uso deve ser feito sempre após as refeições e antes da escovação.

NM – É recomendado às crianças irem ao dentista a partir de quantos anos e com que frequência?

Drª BB – É recomendado ir ao dentista assim que nasce, porque a odontopediatria não cuida somente dos dentes, mas de tudo que envolve a região bucal: língua, freios, mucosa. E as crianças devem fazer a revisão de seis em seis meses.

NM – Por fim, quais dicas dá para as famílias quando o assunto é saúde bucal?

Drª BB – Prestar bastante atenção na higienização e na alimentação da criança e se tiver dúvidas procure um profissional.

 

Viver Clínica Odontomédica está situada na Rua Costa Pinto, nº 04, Edifício Mandacaru. Telefone para agendamento de consulta: (71) 4111-0347.

Acompanhe a Clínica nas redes sociais @vicercamacari

CRUSH