Casal de ciganos é preso pela PF acusado de fraude na Previdência Social em Camaçari

A Polícia Federal efetuou a prisão de um casal, na manhã desta quinta-feira (19), em Camaçari. De acordo com informações da PF, trata-se de uma operação que tem como objetivo de desarticular esquema de fraudes na Previdencial Social da Bahia, que teria gerado prejuízo de mais de R$ 4 milhões aos cofres públicos.

Os envolvidos responderão por falsificação de documento público, entre outros crimes. Foto: Divulgação/PF

 

Na primeiras horas da manhã de hoje, o casal, que mora na residência situada bairro Burissatuba, foi surpreendido pelos policiais. No imóvel, foram encontrados os suspeitos, que não tiveram nomes revelados, e alguns materiais e documentos.

As investigações tiveram início a partir da constatação feita pela inteligência previdenciária de indícios de falsidade em diversos benefícios assistenciais requeridos em agências baianas do INSS, para os quais era utilizado sempre um mesmo endereço, situado no bairro da Lama Preta, município de Camaçari. O prejuízo estimado aos cofres públicos supera os quatro milhões de reais.

Os envolvidos responderão por diversos crimes, dentre eles integrar organização criminosa, estelionato previdenciário, uso de documento falso, falsidade ideológica e falsificação de documento público, com penas que podem chegar a mais de 30 anos de prisão.

A operação também acontece em Salvador, e em cidades da RMS, como Dias d’Ávila e Lauro de Freitas.

CRUSH