Homem invade palácio onde mora a Rainha Elizabeth II durante madrugada

Rainha Elizabeth II. Foto: ATF

 

Um homem de 22 anos aproveitou uma falha no forte esquema de segurança do Palácio de Buckingham e invadiu a moradia da Rainha Elizabeth II durante a madrugada desta quinta-feira (11).

De acordo com informações do jornal britânico The Sun, ele escalou um portão e tentou derrubar uma porta de entrada do palácio, a poucos metros do quarto onde a rainha dormia.

Fontes informaram à reportagem que a polícia demorou aproximadamente quatro minutos para prendê-lo enquanto avaliavam se ele estava armado. A situação causou pânico no palácio em relação à falha de segurança.

“Ele estava determinado a entrar no palácio e estava batendo nas portas, tentando abrir, mas, graças a Deus tudo estava trancado”, revelou uma fonte do palácio ao jornal.

Ainda de acordo com a fonte, devido à bandeira da família real estar voando, o invasor provavelmente sabia que a rainha estava em casa.  “A polícia acabou detendo-o sob a lei de saúde mental, mas eles têm que fazer algumas perguntas sérias sobre como ele conseguiu entrar e como teve tanto tempo para ficar livre”, completou.

A invasão mais famosa ao Palácio de Buckingham ocorreu há quase 37 anos. No dia 9 de julho de 1982, o desempregado Michael Fagan, que tinha 31 anos à época, escalou as paredes e entrou no quarto da rainha. Ele desabafou sobre os problemas de sua família. Assustada, Elizabeth chegou a apertar o botão de pânico ao lado da cama, mas não obteve resposta. Ela também pediu ajuda por telefone, mas o operador acreditou se tratar de um trote.

Desesperado com a situação de sua família, Fagan quebrou um cinzeiro de vidro e ameaçou cortar seus pulsos enquanto se sentava na ponta da cama de Elizabeth II. Pouco depois, o assessor da rainha, Paul Whybrew, percebeu a situação e conseguiu deter o homem.

 

Fonte: Correio 24h

Jorge