Biometria poderá ser agendada pela internet ou telefone a partir de 6 de maio

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), Jatahy Júnior divulgou, as novas regras para os procedimentos de biometria no estado. De acordo com ele, “a partir de agora, só pegará fila quem quiser”.

Isso porque, segundo Jatahy, uma equipe do Tribunal organizou um cronograma para que a população não sofra na hora de realizar o serviço, principalmente com as longas filas.
“A partir do dia 6 de maio, todos os eleitores que não realizaram a biometria vão poder efetuar a marcação de horário, tanto pela internet quanto por meio de uma central de telefone”, disse.

Isso vale para todos os eleitores baianos, inclusive aqueles das zonas onde já ocorreu a biometria, como Salvador e Lauro de Freitas. Na capital baiana, por exemplo, cerca de 20% dos eleitores ainda precisam efetuar o procedimento, enquanto a situação do município da Região Metropolitana (RMS) é ainda pior, com mais de 50% do eleitorado pendente.

Uma vez feita a marcação, a biometria, com hora definida, será realizada a partir do dia 13 de maio. No entanto, segundo o desembargador, é necessário prestar atenção a algumas determinações da Justiça eleitoral. “Os prazos finais serão diferentes para os municípios e, por isso, os eleitores precisam evitar deixar para a última hora”, afirmou.

Na Bahia, até o momento, dos 10.479.143 eleitores aptos, 72,35% já realizaram o procedimento biométrico. Os cerca de 30% restante, que corresponde a pouco mais de 2,8 milhões de pessoas, devem regularizar a situação. Neste sentido, segundo o presidente do TRE-BA, “municípios com mais de 60% do eleitorado biometrizado têm até o dia 31 de outubro deste ano para concluir o serviço. O prazo é mais curto”, destacou.

Já os demais municípios, aqueles com menos de 60% dos eleitores regularizados, têm prazo maior, até 18 de fevereiro de 2020 para concluir o procedimento junto à população apta a votar. Até agora, dos 416 municípios baianos, 136 já estão com a biometria realizada, enquanto os outros 281 ainda precisam iniciar o processo.

Fonte: Correio 24h