Prefeitura_Escola

Polícia

sex , 15/03/2019 às 11:15

Secom diz que morte de garoto não está associada à fuga

A Secretaria de Comunicação Social do Estado (Secom) emitiu nota pública para esclarecer a ocorrência desta quinta-feira (14),  em Camaçari, dizendo que a morte do garoto Hebert Felipe de Souza não está associada à fuga dos menores infratores, que fugiram da Fendac, no bairro Santo Antônio.

Foto: Nivaldo Lima/Futura Press

De acordo com a nota, simultaneamente, enquanto policiais buscavam pelos fugitivos, que estavam fardados e desarmados, outra guarnição da Polícia Militar trocava disparos com membros de uma organização criminosa do município, no bairro Jardim Brasília. Nesta troca de tiros, o garoto Hebert Felipe de Souza Silva, de 11 anos, foi atingido e morreu no Hospital Geral de Camaçari (HGC), após ter sido socorrido pelos policiais. Leia a nota na íntegra:

“A Secretaria de Comunicação Social do Estado (Secom) esclarece que, nesta quinta-feira (14), por volta das 19h, cinco adolescentes, fardados e desarmados, fugiram da unidade da Fundac de Camaçari, localizada no bairro do Santo Antônio. As circunstâncias da fuga estão sendo investigadas. Acionada ainda na noite de ontem, a Polícia Militar efetuou buscas na região, mas não localizou nenhum dos foragidos até o momento.

Em outro local da cidade de Camaçari, no bairro Jardim Brasília, houve uma troca de tiros entre policiais militares e membros de uma organização criminosa. Uma criança, que não era um dos adolescentes que evadiram da Fundac, deu entrada no Hospital Geral de Camaçari e foi a óbito. A Corregedoria da PM e a Polícia Civil investigam o caso”.

Secom – Secretaria de Comunicação Social – Governo da Bahia

Redação Nossa Metrópole

Para visualizar este conteúdo corretamente, é necessário ter o Flash Player instalado.

Para visualizar este conteúdo corretamente, é necessário ter o Flash Player instalado.

Mais Notícias

Mantenha-se Informado!

Deixe seus contato para receber nossas notícias