Reforma da Previdência terá três alternativas de regra de transição

O presidente Jair Bolsonaro vai anunciar na próxima quarta-feira (20) o projeto de reforma da Previdência que vai mandar para o Congresso. Nessa quinta-feira (14), ele se reuniu com ministros no Palácio da Alvorada e bateu o martelo sobre as idades mínimas para a aposentadoria. Ficando estabelecida a idade de 65 anos, para homens e 62, para mulheres.


A reforma da Previdência vem sendo preparada desde o governo de transição. O objetivo é criar regras iguais para trabalhadores do setor público e do setor privado.

O presidente do Senado disse que a reforma vai ajudar o país: “A reforma da Previdência é fundamental para o equilíbrio das contas públicas. Os estados estão quebrados, os municípios estão quebrados e a União precisa, rapidamente, apresentar essas reformas para o mundo e para o Brasil”, disse o senador Davi Alcolumbre, do DEM-AP.

O trabalhador que pretende se aposentar por tempo de contribuição poderá escolher a regra de transição entre três possibilidades que estarão na proposta de reforma da Previdência. A equipe econômica inseriu uma alternativa de transição por idades mínimas, uma exigência que hoje não existe para essa modalidade.

Fonte: Correio 24h

Bibi Gourmet