Comfiaço_BLACK

Geral

ter , 23/10/2018 às 10:12

Mudanças no Transporte público confundem muitos moradores de Camaçari

Desde o início do mês de setembro, os camaçarienses passaram a ser informados quanto às mudanças que estariam sendo realizadas no trânsito da cidade. Em vigor desde a meia-noite de sábado (20), a novidade requer que usuários do transporte público, motoristas e pedestres estejam atentos, pois as modificações afetam a todos e, por enquanto, ainda causam certa “confusão”.

 

Para assegurar a rápida adaptação por parte de todos aqueles que transitam pelas vias urbanas da cidade, o superintendente Armando Yokoshiro, afirma que reforçou o time de agentes da STT. “Durante 15 dias, estes profissionais estarão espalhados nas vias que foram alteradas e, também, nos pontos de ônibus, orientando a população para garantir que o trânsito flua sem transtornos”, diz.

No entanto, para os usuários do transporte público, a novidade é ainda maior e mais confusa, uma vez que algumas das principais linhas de ônibus foram unificadas ou tiveram a nomenclatura alterada. “Uma verdadeira confusão!”, é o que ressalta a diarista Damiana Brito ao explicar todo o transtorno que enfrentou para chegar ao seu local de trabalho, na manhã desta segunda-feira (22).

Todos os dias ela vem de Parafuso, desce no TIR e pega um dos ônibus que fazem a linha Gleba E via C. Hoje, ao se deparar com a enorme quantidade de pessoas “perdidas” no TIR, Damiana foi pega de surpresa. “Como não sabia que o nome da linha tinha mudado, acabei perdendo uns três ou quatro ônibus, até entender a mudança. Acostumada a chegar no trabalho às 7h30, só consegui chegar às 8h45”, conta. A diarista ainda revela que não há, no Terminal, nenhum tipo de comunicação visual ou informativos, que expliquem e orientem quanto às mudanças. “Só soube que o nome da linha mudou porque saí perguntando a um e a outro. Não podem divulgar uma mudança tão importante como essa somente na internet, pois muita gente, assim como eu, ainda não tem muito acesso”, acrescenta.

Além de Damiana, muitos moradores de Camaçari também já começaram a expressar a insatisfação com as mudanças. Nas redes sociais e nos principais canais de comunicação da Prefeitura e da Superintendência de Trânsito e Transporte Público (STT), os comentários não param de chegar. Para Yokoshiro, todo esse estranhamento já era esperado. “Nosso objetivo é facilitar a vida de quem trafega pelas principais ruas de Camaçari, descongestionar o trânsito e gerar mais vagas de estacionamento. Mas sabemos que toda mudança perpassa por uma fase de adaptação, portanto, é natural que, no início, a população tenha algumas dificuldades, mas, logo, logo, estarão completamente adaptados”, ressalta.

E as novidades não param por aí. Em breve, o transporte público passará a funcionar de forma integrada em diversos locais da cidade. A Assessoria de Comunicação da Prefeitura informa que em poucos meses o TIR será extinto, por isso, a partir do dia 5 de novembro, diversos locais da cidade funcionarão como pontos de integração. Dessa maneira, qualquer ponto de ônibus do município servirá de local para um novo embarque, de forma gratuita, caso esteja dentro do período de 40 minutos, estipulados para a fase de testes iniciais. Vale frisar que as mudanças serão válidas apenas para quem possuir o Camaçari Card e, que tenha utilizado um primeiro registro no dia, ou seja, tenha pagado a passagem.

Quem ainda não possui o Camaçari Card e tem interesse, pode procurar o posto do serviço, localizado na Rua Cruz das Almas, nº 17, na praça do bairro dos 46, entre o horário das 8h às 17h, com intervalo para o almoço. É preciso levar a carteira de identidade, o CPF e um comprovante de residência. Não será cobrado nenhum valor para aquisição da primeira via.

Todas as dúvidas referentes às mudanças no trânsito e transporte público que já estão em vigor ou que estão por vir podem ser esclarecidas através da Ouvidoria da STT no telefone (71) 3622-7788.

Por: Elba Coelho

Para visualizar este conteúdo corretamente, é necessário ter o Flash Player instalado.

Para visualizar este conteúdo corretamente, é necessário ter o Flash Player instalado.

Mais Notícias

Mantenha-se Informado!

Deixe seus contato para receber nossas notícias