Bibi Gourmet

Na Mídia

seg , 08/10/2018 às 09:56

Wagner (PT) confirma favoritismo e será senador pela BA; Coronel fica com a 2ª cadeira

O ex-ministro e ex-governador da Bahia Jaques Wagner (PT), de 67 anos, confirmou o favoritismo e foi eleito neste domingo, 7, para ocupar uma vaga no Senado no estado com 35,67%, ou 4.218.178 milhões de votos.

 

Desde o início da campanha, as pesquisas de intenção de voto já sinalizavam a vitória de Wagner, que é aliado dos candidatos petistas à presidência Fernando Haddad e ao governo do estado Rui Costa.

Ele foi deputado federal (1991 a 2003), ministro do Trabalho no governo Lula (2003 e 2004) e, por duas vezes, governador da Bahia (2007 a 2014), além disso, foi ministro da Casa Civil de Dilma Rousseff (2015 e 2016).

Última cadeira

Com 97,68% das urnas apuradas, o candidato Ângelo Coronel (PSD), 60, que também integrou a chapa de reeleição do governador Rui Costa, ficou com a segunda e última cadeira para o Senado na Bahia, com 32,92% dos votos válidos, o que contabiliza 3.893.288.

O deputado e presidente da Assembleia Legistativa (Alba) surpreendeu e venceu por uma diferença de 17,51 ponto percentual o candidato do PSC, Irmão Lázaro, seu principal adversário e que estava em segundo nas pesquisas. Lázaro é aliado de Geraldo Alckim (PSDB) na campanha presidencial e José Ronaldo (DEM) ao governo do estado.

Para visualizar este conteúdo corretamente, é necessário ter o Flash Player instalado.

Para visualizar este conteúdo corretamente, é necessário ter o Flash Player instalado.

Mais Notícias

Mantenha-se Informado!

Deixe seus contato para receber nossas notícias