Comfiaço_BLACK

Na Mídia

seg , 01/10/2018 às 10:16

Claudia Leitte faz discurso contra misoginia e homofobia

Apesar de não ter falado ‘#EleNão’, cantora deu a entender que é a favor do movimento
A uma semana das próximas eleições, Claudia Leitte fez um discurso contra a misoginia (ódio contra as mulheres) e a homofobia. Apesar de não ter usado o famoso termo #EleNão, a cantora deu a entender que era anti-Jair Bolsonaro (PSL). Isso pois Claudinha foi desafiada por Anitta, no último domingo (23), a se pronunciar na campanha contra o candidato à Presidência.

“Eu quero dizer que acredito no amor como solução para o ódio (…) Como mulher eu preciso dizer que eu não tolero misoginia e aqui, junto de vocês, vou reiterar que eu não admito, eu não tolero homofobia. Eu nunca vou tolerar o ódio contra vocês! Vocês me entenderam?”, disse a artista, sendo aplaudida pelos fãs.

Quem também foi desafiada por Anitta foi Ivete Sangalo. Na quinta-feira passada (27), durante a final do The Voice Brasil, a baiana falou que “nossa única arma deve ser o amor”. Ao vivo, ela foi logo cortada por Tiago Leifert, que chamou o intervalo.

Fonte: Correio

Para visualizar este conteúdo corretamente, é necessário ter o Flash Player instalado.

Para visualizar este conteúdo corretamente, é necessário ter o Flash Player instalado.

Mais Notícias

Mantenha-se Informado!

Deixe seus contato para receber nossas notícias