Prefeitura_Novo_PA

Esporte

qua , 12/09/2018 às 09:25

Sem dificuldade, Seleção goleia El Salvador por 5×0

O que esperar de um amistoso contra El Salvador? Facilidade, apenas. Como se fosse uma Ferrari apostando corrida contra um carro popular, o Brasil bateu El Salvador, nesta terça (11), em Washington, por 5×0. O próximo amistoso da Seleção será em 12 de outubro, contra a Arábia Saudita, no país asiático. Quatro dias depois, encara a Argentina, também na Arábia.

O relógio nem tinha dado quatro voltas quando o Brasil abriu o placar. Aos 2, Richarlison foi derrubado em pênalti bem duvidoso. Dois minutos depois, Neymar deslocou o goleiro Hernández e fez 1×0.

Era a receita para levar o amistoso mais na maciota ainda. Então, era possível arriscar e deixar o talento aflorar. Aos 16, Neymar passou para Richarlison na esquerda, que bateu de curva e encobriu o goleiro salvadorenho, marcando um belo gol e ampliando o placar.

El Salvador se esforçava para que o amistoso não parecesse o treino contra um time de Série D, mas não conseguia levar perigo. Do outro lado, Neymar acertava o travessão, após passe de Philippe Coutinho.

Na devolução, aos 29, não teve perdão. Neymar achou Coutinho onde ele gosta, na entrada da área. E o jogador do Barcelona fez o que sabe fazer de melhor: bater no gol sem chance para o goleiro. Brasil 3×0, mais fácil que roubar doce de criança.

O técnico salvadorenho ou não gostava de sua equipe ou já tava pensando em não sair de Washington com um excesso de bagagem (de gols) e mudou dois jogadores antes mesmo dos 35 minutos.

Três minutos depois, Neymar mostrou que ele podia mudar o time todo que iria fazer pouca diferença. Arrancou sozinho, driblou até o goleiro, mas foi preciosista e acabou dando tempo para um defensor voltar e salvar o quarto gol verde e amarelo.

Pior: aos 43, Neymar se jogou na área após disputa com um adversário e tomou um cartão amarelo por simulação. Em um amistoso. Contra El Salvador. Com 3×0 no placar. Me ajude a te ajudar, Neymar!

Testes
O segundo tempo do jogo foi usado por Tite para outros testes. A Seleção já voltou com Fred e Felipe nos lugares de Casemiro e Dedé, respectivamente.

El Salvador até se aventurou no ataque, mas, com 5 minutos, o Brasil mostrou que faria quantos gols quisesse. Coutinho tentou fazer jogada na área, foi desarmado, mas a bola sobrou para Richarlison, que bateu de primeira e fez o segundo dele na partida: 4×0.

Tite colocou Paquetá, Everton e Willian em campo e o trio quis mostrar serviço. O atacante do Grêmio bateu da entrada da área e a bola passou perto. Willian parou no goleiro Hernández. Everton tentou novamente aos 28 e aos 37, mas o arqueiro de El Salvador defendeu. O jogo foi caindo de ritmo, mesmo com sangue novo em campo. Mas aos 44, de cabeça, Marquinhos deu números finais ao jogo.

Para visualizar este conteúdo corretamente, é necessário ter o Flash Player instalado.

Para visualizar este conteúdo corretamente, é necessário ter o Flash Player instalado.

Mais Notícias

Mantenha-se Informado!

Deixe seus contato para receber nossas notícias